quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Profissionais do Secretariado do Sexo Masculino

Texto também disponível na plataforma Steemit

Frequentemente tenho recebido emails do Sinsesp (Sindicatos das Secretárias do Estado de SP) solicitando minha colaboração para pesquisa universitária sobre profissionais do secretariado do sexo masculino. As perguntas tangem sempre nos mesmos pontos e pensando nisso decidi publicar quais são os aspectos mais críticos para nós homens, com base nos olhares que nos são lançados devida e indevidamente, desde a formação, passando pela difícil inserção no mercado de trabalho até chegar à atuação.
O ramo do Secretariado Executivo apresenta várias vantagens para o estudante como formação rápida, obtenção de título de nível superior em, no mínimo, dois anos, e conhecimento diversificado de várias áreas acadêmicas.


Em princípio a pergunta é mais polida: "por que um homem opta por este curso?" A resposta, também polida é: pelos mesmos dois motivos que qualquer estudante opta por outra carreira: identificação com o trabalho e/ou busca de futuro profissional/financeiro promissor.


Em seguida as perguntas tornam-se mais fatídicas; e são as que mais assombram a vida do sexo masculino no Secretariado; a mais frequente é: "já sofreu ou sofre algum tipo de preconceito?" - Inexoravelmente, sim! Qualquer homem que ouse adentrar essa área será alvo frequente de preconceitos, inclusive por parte dos professores, colegas de classe e trabalho, mesmo que de forma velada. Visto que, erroneamente, secretários, no âmbito privado, têm sua imagem associada à de homossexuais (considerando que a sexualidade deveria ser tópico irrelevante no meio executivo de alto nível); o que dá margem a outro tipo de pergunta carregada de preconceito, e desta vez por parte das mulheres: "mas os homens podem exercer essa função tão bem quanto as mulheres?" Evidentemente que sim. Pergunto-me se o uso da genitália no exercício desta ocupação é necessário? A pergunta pode causar repulsa, porém é o que se esconde, inocentemente, por trás da pergunta que antecede esta. Inegavelmente, homens e mulheres diferem entre si em aspectos intelectivos, como, por exemplo, a inteligência linguística, naturalmente mais desenvolvida nas mulheres e a inteligência emocional mais robusta presente nos homens. Mas tais diferenças intelectivas não excluem o potencial masculino neste ramo. Pelo contrário, a objetividade e senso prático masculinos tornam-se diferenciais, dependendo da ocupação secretarial. Verdade seja dita, homens são menos meticulosos e apegados a detalhes que mulheres, e isso, por vezes, faz toda a diferença numa seleção de emprego, colocando os homens em desvantagem competitiva. Agora pense, como você se sentiria se te perguntassem: - "Mulheres podem ser tão boas engenheiras mecânicas quanto os homens?" Chato, não é?

Por que o Secretariado não é uma área para homens?
Mulheres, não sejam "machistas" conosco



Lamentavelmente, ao menos no Brasil, o preconceito presente no meio corporativo acaba impossibilitando a contratação de secretários executivos devido ao posicionamento sexista presente em executivos do sexo masculino... motivo pelo qual existem tão poucos homens atuando no secretariado.

Existe a possibilidade de reinserção do secretário executivo na área, porém tal possibilidade, embora interessante, não atende aos interesses profissionais contemporâneos do sexo masculino, em sua maioria.
Imagine aquele executivo, mau caráter, que, em detrimento da imagem profissional da secretária, a sonda com olhares nada profissionais. Por este motivo existe um forte movimento de moralização e instauração de respeito pela Mulher no mundo empresarial. E, neste sentido, as secretárias executivas compõem a linha de frente da batalha. Com efeito, o sexo masculino permanece com sua formação secretarial e seu potencial ignorado. Ou seja, uma parte dos homens, os secretários executivos, paradoxalmente, sentem na pele o quão repugnante é o machismo.


No meu caso foram mais de 800 currículos enviados após minha formação como secretário executivo, que me rendeu apenas uma entrevista de emprego sem obter êxito. Atualmente trabalho com Aviação Civil, em outra área também pouco prestigiada pelo sexo masculino, porém sinto-me realizado e bem colocado no mercado de trabalho por ter toda minha formação acadêmica aproveitada aqui.


Se posso deixar um recado de autoestima para os futuros profissionais da área: o Secretariado é espaço para Inteligência, não para sexismos. Não importa se você é homem ou mulher, e o quão antiquadas e preconceituosas sejam as pessoas à sua volta, sua astúcia sempre compensará todo obstáculo antiprofissional. 

Sucesso!

13 comentários:

  1. Vou compartilhar no meu blog! Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Ok, mas lembre-se de considerar os créditos do autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza!

      A propósito ondo encontro o perfil do blog?

      Grata!

      Excluir
  3. Se entendi bem sua pergunta, Rita, optei por manter meu perfil do blogger oculto; visto que minha atual ocupação exige sigilo.
    No entanto, pode fazer menção a este blog. Será suficiente: O Lado de Fora - 9outside9.blogspot.com

    Fraterno abraço!

    ResponderExcluir
  4. muinto bom o texto são poucas os homens no secretariado, e muinto poucos os que escrevem sobre o preconceito que ainda existe, parabens pelo texto e continue sempre escrevendo que concerteza você entende do assunto.

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu sou aluna do curso técnico de secretariado e estou fazendo o TCC sobre esse assunto e queria entrar em contato ou fazer uma entrevista se possível com o autor.
    Att,
    Amanda Nunes - amandanunesduarte@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Amanda!

      Entro em contato contigo via email.

      Excluir
  6. Olá, Estou fazendo meu TCC sobre o Homem como secretario executivo com enfase nas relações interpessoais com o executivo.
    Gostaria de bater um papo sobre isso, estou sem material de pesquisa pode me ajudar?
    Meu email thaysgregorio gmail ou hotmail.

    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thays!

      Posso dar minha contribuição para seu trabalho.

      Contato: locatelli2009@gmail.com

      Excluir
  7. Olá,

    Gostei muito deste artigo. Parabéns ao autor.

    Sou responsável pelo clipping de Secretariado. Um informativo semanal, com notícias da área, eventos, dicas de livros, entrevistas, etc., direcionados pessoas da área e gostaria de convidar o autor a dar o seu depoimento sobre o mesmo tema do artigo (pode ser anônimo) ou autorizar a publicação deste artigo.

    Meu e-mail é mariana_maribr@hotmail.com.

    Muito obrigada.
    Mariana Guimarães Sá

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Willyan!

      Obrigado pela consideração.

      Seria um prazer te ajudar. Mas não estou certo se posso ser útil, pois, como se pode ver no texto, não obtive êxito com minha formação. Atualmente atuo em outra área.

      De qualquer forma, estou às ordens.

      Excluir